foto: Jorge Coelho Ferreira

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA
Click na imagem!

29 de maio de 2014

OITO SÉCULOS DA LÍNGUA PORTUGUESA



A minha Língua é uma maresia infinda.
Quando abro a boca voam aves d’imenso
azul e ouvem-se calemas bravas,
brisas, poemas, kiandas
e ondas baixinhas a bordar marés
na orla imensa d’oceanos e continentes...


NAMIBIANO FERREIRA














1 comentário:

Graça Pires disse...

Muito belo o que escreveu sobre a língua portuguesa, amigo...
Beijo.