foto: Jorge Coelho Ferreira

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA
Click na imagem!

2 de maio de 2014

DOIS POEMA DE J.A.S. LOPITO FEIJÓO K.

MEDITANDO


- engoli dum espinheiro um grande raminho -

&

da tese concebida ao prefácio por escrever
teço toc toc enquanto toco levemente o provir
d'outra gestão

daí a cor do sangue escasso caro irmão protestante
que tão bem partes os passeios que passeio
assim que passo passo a passo me ditando!





 MINHAVEZINHA 

Andorinha louca não quero que me faltes
voa voa, voa sublime em busca da poesia

traga-a pro meu ninho
à beira do caminho aonde ainda ando

 Andorinha minha voa, vai e vem
agraciar quem te roga em nome do cheiro

 deitar de todo peito a graça nominal
abrandar a malvadez do outro

 gato chinês. Andorinha boa
beija-me a boca que te ofereço, madura.

 Pobre e sã
tua boca que trago comigo, pouca…

 alma do outro mundo que vivemos
avezinha, minha boa louca. Minha vizinha!



J.A.S. Lopito Feijóo k.

1 comentário:

António Eduardo Lico disse...

Duas belas poesias. Obrigado por partilhar.
Abraço.