foto: Jorge Coelho Ferreira

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA
Click na imagem!

26 de outubro de 2009

TELAS


Gazelas



Tilintar telas
esgazeadas de sonhos
fechar os olhos
e voar gazela
vento nu
a roçar espinheira
cavalgar guelengue
pégaso que me pede
no traço palanca
dos pincéis
rebuscar a cor onírica
sobre paletas iridiscentes
perfumes e pratas
cacimbos e luares
pintando horizontes
místicos de nada
no vôo asa
garajau a gritar
o azul turquesa
mar de Namibe.

Guelengue

 E...



se Eternidade existe
ela começa no pedaço
minúsculo
do azul marinho
Namibe guardado
dentro de mim
a marulhar
beijo e maré
carícia de Kianda
vestindo tômbwas
cacimbo e missangas.


Namibiano Ferreira


Palanca Negra Gigante, um símbolo de Angola.

14 comentários:

cirandeira disse...

Olá Namibiano. Estou "morrendo de vergonha" pela distração cometida
ao transcrever teu poema no blog...
Desculpa-me, foi muita falta de atenção de minha parte. Prometo que
da próxima vez prestarei mais atenção.Obrigada por corrigir-me.
Já fiz as correções devidas.
Quanto às "Telas", só tenho a dizer, que são belíssimas: as imagens e os poemas.
Abs

Decio Bettencourt Mateus disse...

Para uma visita (na verdade habitual. Imagem da palanca, super-nice. Poesia - como é norma -, igualmente super-nice. Esmero, requinte e harmonia, em apreciável economia de palavras.

Kandandu mano.

Meg disse...

Caro Nami,

Subscrevo o que escreveu o Decio.
Aqui, só beleza... nos teus poemas e nas "nossas" imagens deslumbrantes.

Um abraço

Priscila Lopes disse...

Ah como adoro!

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Cirandeira, obrigado pela correccao.
Kandandu

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Décio, meu mano
Sempre bom ouvir estes elogios... sem vaidades mas quem nao gosta?
Obrigado!
Kandandu, mano.

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Meg, que te dizer? Uma simples palavra: OBRIGADO!

Kandandu

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Priscila, muito obrigado.
Kandandu

Madalena disse...

Sem palavras...pois tudo o que de belo há a vincar é indizível e está registado nas telas, nos poemas, na alma deste blogue. Obrigada.

romerioromulo disse...

namibiano:
te deixo um abraço.
romério

Rosita de Palma disse...

Namibiano,

Parabéns pelo 5° aniversário do poesia Angolana, um blog bué fixe.

Kandandu!

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Madalena, o autor deste blogue nada mais lhe poderá dizer do que isto: OBRIGADO! E volte mais vezes.
Kandandu

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Romério, obrigado pelo abraco que retribuo com outro nome Kandandu!
Parabéns pelo seu novo livro.

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Rosa, obrigado e espero continuar a merecer as sua visitas.
Kandandu!!