foto: Jorge Coelho Ferreira

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA
Click na imagem!

5 de março de 2010

NARCISOS AMARELOS

Lá fora, o frio verde do Norfolk
não faz transbordar o riacho azul
a correr no corrimão da paisagem.
O gelo apoderou-se da varanda
e o lamento que pretendo gritar
esmorece no azimute impreciso
tela espúria pintada nos sentidos
sentados da alma roxa aprisionada
e eu sei, o Norfolk é uma prisão
aberta de grades ao áspero silêncio
ruidoso e no vento seco da diáspora
florescem amarelos os narcisos ingleses...

Namibiano Ferreira

6 comentários:

Carmo disse...

Saudades de África, meu amigo?

Bom fim de semana


Beijinhos


Carmo

Gerana Damulakis disse...

Pungente!

xistosa - (josé torres) disse...

... e crescem amparados estes narcisos.

Belíssimo poema, como é apanágio desta "casa".
Já tinha saudades de vir aqui.
Prometo regressar mais vezes e obrigado por este imenso "correr no corrimão da paisagem".

Um abração e boa semana

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Carmo, de África, sempre as saudades...
Kandandu

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Gerana, meu obrigado pela visita.
Kandandu

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Olá José Torres, bem vindo!
Obrigado pela visita e pelo comentário.
Os narcisos (daffodils) crescem em qualquer lado, os danados. Andam, láf fora, em flor. É a primeira flor a florir por estas bandas.
Kandandu