foto: Jorge Coelho Ferreira

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA
Click na imagem!

7 de setembro de 2009

SECA

De espinheiras secas                                   
se constroem sambos
onde espinhos assobiam
ao vento vomitando
calemas de morte
na secura eterna
da sede das boiadas 
– cazumbis a boiar –
na insustentável aridez
do Namibe, deserto
onde Ombera vive
e não chora...




Namibiano Ferreira


Sambos - local onde se guarda o gado e é cercado por galhos secos de espinheira, como o próprio nome indica, tem espinhos.
Ombera - chuva.
(Foto Tonspi, Angola)

6 comentários:

Meg disse...

Caro Nami,

Estou a retomar, lentamente é certo, a minha presença nos blogs dos amigos.
Depois da loucura do Verão, sinto-me como o deserto... seca e árida.
E tu a falares do Namibe... gostei, como já é hábito.
Gosto muito de tudo o que escreves, tem cheiro, tem som... tem a minha juventude.

Um abraço

Janaina Amado disse...

O teu Namibe lembra muito o sertão do Nordeste brasileiro. Muito.

xistosa - (josé torres) disse...

A vida não pode ser só de "copos", rsss, rsss, rsss.
(não leve a mal a insolência, mas sou assim).

Não sei se lhe enviei a beleza da aridez, do deserto mais a sul (Namíbia).
Até a solidão tem beleza e gostei do poema.
Hei-de voltar para lho "roubar".

Um abração.

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Meg, obrigado pela visita e comentário... sente-se a tua falta, amiga.
"Gosto muito de tudo o que escreves, tem cheiro, tem som... tem a minha juventude." Obrigado mais uma vez por este comentário, realmente procuro que a minha poesia tenha tudo isto e principalmente VIDA. Se te lembra a tua juventude, entao, já nao é uma aridez completa.
Bjs e um sincero abraco!!

NAMIBIANO FERREIRA disse...

"O teu Namibe lembra muito o sertão do Nordeste brasileiro."

Conheco as realidades do Nordeste brasileiro, sobretudo através da literatura, e da labuta árdua do povo. Sim, o Namibe é também árido, é um completo deserto onde muito raramente chove mas há vida e o modo tradicional é, por incrível que pareca, a pastorícia de transumancia e os grandes protagonistas sao as tribos Hereros (Mukubais e Himbas).
Kandandu,

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Já sei como voce é, meu caro!!! Realmente a vida nao pode ser só copos (até porque o vidro é, por demais, indigesto... é melhor que tenha algum líquido loiro, tinto verde ou branco dentro... lol).
Kandandu e já se nota que a saude está melhor. Bem haja e como de costume voce nao rouba, pega emprestado!!!