foto: Jorge Coelho Ferreira

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA
Click na imagem!

12 de maio de 2013

LINK: TODA A MINHA POESIA NESTA ONDJIRA


Toda a minha poesia publicada em Ondjira Sul, neste link: 


Nasci em Angola no Deserto do Namibe, no ano de 1960. A cidade de Tombwa (Porto Alexandre) foi meu berço dunar e desde logo se estabeleceu um pacto mágico e anímico entre mim, o Povo e o Namibe.
Anos volvidos foi no nome da terra que encontrei o meu nome de poeta: Namibiano, pseudónimo de João José Ferreira. Eu sou alguém que tem pudor que lhe chamem poeta, porque dias há que me sinto aquém dos limbos oníricos da poesia. E serei verdadeiramente um Poeta? Desde que me lembro sempre senti a leveza da poesia a latejar dentro de mim, por volta dos 17 anos comecei a escrevê-la. Não faço nem forço, creio que a poesia me acontece, eu fico só esperando... e a cada dia de Sol que dorme e acorda fico esperando aquele poema cativo algures num pedaço rendado sem tempo... a Poesia não se faz: ACONTECE.
Não tenho obra publicada, participei em 8 colectâneas de poesia: "Exposição do Movimento" dos participantes na Eispoesia99, Vila do Conde, publicado pela A Mar Arte de Coimbra a outra, "Resist(ir) Assim", foi publicada em 2000 pela Editorial Minerva de Lisboa. Em Abril 2009 participei na "II Antologia de Poetas Lusófonos", Folheto Edicoes de Leiria,  "A Traição de Psique", Lugar da Palavra, Gondomar. No Brasil, em 2009, com chancela da Editora Abrali de Curitiba: "Poemas Versos Crônicas", "Pangeia" e "Dois Mil Esperança". A última colectânea foi também no Brasil em 2010: Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus de Poesia, onde obtive uma menção honrosa.

 
foto Jorge Coelho Ferreira


3 comentários:

António Eduardo Lico disse...

Duas notas:
1ªViriato da Cruz, um grande poeta e um grande angolano.
2ª Bela poesia. Dá para sentir o vento nas dunas do Namibe.
Boa semana.
Abraço.

Gil SEMy disse...

Senhores. Cuidado com plagiadoras que estão em Angola.
Sentydus de Carmen Mateus são plágios.
Verifica em http://poemasdeamoredor.blogs.sapo.pt/269115.html

Gil SEMy disse...

Sentydus de Carmen Mateus são plágios. Cuidado com plagiadora. Ela pode copiar-te.
Verifica em:
http://poemasdeamoredor.blogs.sapo.pt/269115.html