foto: Jorge Coelho Ferreira

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA
Click na imagem!

4 de fevereiro de 2009

FRAGMENTOS DE QUATRO POEMAS PERDIDOS EM FEVEREIRO







Monumento aos Heróis do 4 de Fevereiro 



1

...nos muros corroídos das cidades novas

– toldando pesadelos antigos –

alguém escreveu:

Onde está o Sonho Prometido?



2

Viva a Utopia!

Só é pena ela um dia virar Poder...

Abaixo o Poder!

E eu nem sou anarquista...



3

Na manhã de Fevereiro

os areais da cidade

– nos lugares onde há areia –

ainda são

o campo dos proscritos

dos malditos dos deserdados...

ah! Como tenho raiva das injustiças

continuamente

iguais e permanentes.



4

As janelas que se abriram

para o quintal da Utopia

subitamente fecharam-se...

e uma rosa-de-porcelana

– pálido cetim – murcha

sobre meu corpo inerme

enquanto lá fora tem esperas

no verdadeiro raiar do âmbar de amanhã.


Namibiano Ferreira

1 comentário:

GRAÇA GRAÚNA disse...

Viva a Utopia!

Só é pena ela um dia virar Poder...

Abaixo o Poder!

E eu nem sou anarquista...


Estimado Nambiano: permita-me dizer que estes versos valem o poema todo. Sinceramente, estou emocionada com a força e a beleza do teu pensamento. Parabens. Com abraçares, Graça Graúna