foto: Jorge Coelho Ferreira

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA
Click na imagem!

27 de novembro de 2013

ORGASMO

   Para Dinah                                                         


Cantei o teu nome no burburinho de pérolas
balbuciando o rufar das manhãs lascivas de prata.
Toquei o teu corpo, guitarra de curvas-enseadas,
eu pescador lançando rede no mar do teu sargaço
aberto como ventre de algas ao fluxo da maré.
Nos lábios tesos, órficos da noite, plantei a brasa
que lança a asa do meu querer a rogar teu corpo
púlpito de aras mansas e claras de um templo
consagrado a escorrer vermelhas buganvílias
com que visto o prelúdio quente do meu desejo.
Navego teu corpo, nua humidade de um búzio,
concha rosada e aberta para receber a seiva
a descer, a cair do remo fálico a remar-te
timoneiro num grito de estretor  e prazer
de nossos corpos saciados mar de calemas
marulhando o verbo amar na nudez ao luar.



Namibiano Ferreira

Sem comentários: