foto: Jorge Coelho Ferreira

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA
Click na imagem!

17 de dezembro de 2008

PERFUME SEM PALAVRAS





Para Jinha, Laura, Ondina……




Aquele vento antes da chuva…
Lembras-te?!...
O vento, o vórtex a dançar
cantando assobio vestido de pó
e depois a chuva, pranto suado dos deuses,
caindo do céu em fúria na tarde quente.
Lembras-te?!...



Ah, aquele vento antes da chuva!...
Abraço quente arrepiado;
vórtex a cantar mistério
e depois… a chuva,
para depois o sol espalhar a sorrir
o aroma do amor consumado da chuva
caindo sobre o ventre-fêmea da terra vermelha
exalando telúrico e misterioso momento:
odor ardor perfumado sem verbo
poeta e poema para cantá-lo.







Namibiano Ferreira

2 comentários:

Janaina Amado disse...

Achei lindíssimo este poema, Namibiano. Estou comovida.

laura disse...

Olá Nami,
Mais um precioso poema a lembrar a nossa amada Terra.
Um beijo
Laura