foto: Jorge Coelho Ferreira

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA
Click na imagem!

5 de abril de 2012

DÉCADA DE PAZ 4 de Abril de 2002/2012


Na asa branca do ndele a PAZ anda voando década e, no entanto, nem todas as pazes foram feitas. Ainda há muitas reconciliações por fazer... Vamos fazer essas nossas pazes, reabilitar a memória de Viriato da Cruz e esclarecer o 27 de Maio de 1977, por exemplo.





PARA NUNCA MAIS A GUERRA


Viajando pelo vento dos tamarindeiros
procuro o secreto caminho
que há-de conduzir nossos passos
trôpegos e cansados
à glória de um Futuro brilhante.



Mas, ainda à sola dos nossos pés,
sujos e gretados
gruda-se o lodo informe dos mortos,
um lodo fétido gruda-se
também às nossas almas
rotas e cansadas.
Inda se ouvem os gritos
dos meninos amputados
das mulheres desventradas
e o lodo traz os tanques fantasmas,
cicatrizes disformes,
abandonados e queimados.
Caminhamos... devagar ainda
e os cemitérios de guerra
florescendo no altar dos nossos olhos
bordados de cruzes
no calcanhar triste da picada.
Vamos, irmão, esquecer o passado triste
mas num grito que não se cale nunca
para não fazer esquecer:


PARA NUNCA MAIS A GUERRA!


Namibiano Ferreira

1 comentário:

viajantes disse...

Sabe bem passar por aqui.

Abraço!