foto: Jorge Coelho Ferreira

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA
Click na imagem!

21 de março de 2012

PAULO FLORES & CARLOS BURITY - POEMA DO SEMBA -

 
 
 
 


POEMA DO SEMBA
 
Hum... HumO semba semba é canto de AvenidaÉ chuva de primavera!!Semba é morte semba é vida
Hum... Hum
O semba semba é meu choro dolenteOlhar nossa vida de frenteSemba é suor semba é gente
O canto do sembaO canto do semba ele é nobreO canto do semba ele rico O canto do semba ele pobreO canto do semba ele rico O canto do semba ele pobre
O semba no morro O semba no morro é fogueiraO semba que trás liberdadeO semba da nossa bandeiraO semba que trás liberdadeO semba da nossa bandeira
Hum.. Hum...
O semba semba é canuco de ruaNa escola da vida ele cresceDe tanto apanhar se habituaNa escola da vida ele cresceDe tanto apanhar se habitua
A voz do meu semba A voz do meu semba urbano É a voz que me faz suportarOrgulho em ser angolanoÉ a voz que me faz suportarOrgulho em ser angolano
O semba é nossa alegria PauloO semba é a nossa bandeiraÉ esperança é amor
O Semba à tua maneira mucotaSemba é nossa bandeiraNossa forma de cantar
O Semba à tua maneira mucotaSemba é nossa bandeiraNossa forma de cantar
O semba semba é nossa alegria PauloO semba é a nossa bandeiraÉ esperança é amor




 

Sem comentários: