foto: Jorge Coelho Ferreira

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA
Click na imagem!

14 de dezembro de 2011

CACAJ - CENTRO DE ACOLHIMENTO DE CRIANÇAS ARNALDO JANSSEN



Uma obra que tem e merece ser divulgada: CACAJ - CENTRO DE ACOLHIMENTO DE CRIANÇAS ARNALDO JANSSEN. Localizada em Angola, na Cidade de Luanda. Este Natal merece o nosso apoio. Se puder, AJUDE-OS. O projecto é fascinante, sério e necessita de todas as pequenas ajudas.

VEJA AQUI: http://arnaldojanssen.pbworks.com/w/page/23851640/CACAJ%20-%20CENTRO%20DE%20ACOLHIMENTO%20DE%20CRIAN%C3%87AS%20ARNALDO%20JANSSEN

ESTE É O BLOG: http://cacaj-luanda.blogspot.com/


Foto-Reportagem: Gabriela Forlin
O Centro de Acolhimento de Crianças Arnaldo Janssen, pertencente à Igreja Católica (porém não financiado por ela), foi fundado em 1993 pelos Irmãos Missionarios do Verbo Divino e pelas Irmãs Missionárias Servas do Espírito Santo. A atual estrutura existe desde 1998 e foi construída pela British Petroil. A multinacional também paga o salário dos trabalhadores e a alimentação das crianças.
Atualmente, o centro abriga 135 meninos abandonados, de 6 a 18 anos. Eles frequentam a escola normal e dentro da instituição têm aulas de reforço académico, atividades desportivas e oficinas de arte. As crianças sãodivididas em grupos e cada um tem seu educador para as atividades especiais. O CACAJ conta com um centro médico para emergências e cuidados primários e no ano passado foi beneficiado com recursos do Programa Fome Zero, do Brasil.




Eis um dos projectos do CACAJ: Os Meninos Pintores.




Para ajudar o CACAJ entre em contato ou visite o local:


Luanda-Palanca, Estrada direita do sanatório

E-mails: jfacatino@hotmail.com; cjanssen@snet.co.ao

Responsáveis: Irmão José Facatino (Diretor)

Irmao Angelo Kachimbamba

Delfina Tiago (Coordenadora)

Irmã Rosa da Graça (Coordenadora)


Contatos:

Fale com o CACAJ:
João Facatino - Diretoria
Luanda - Angola
Tel: 924295621 ou 923 415301
jfacatino@hotmail.com

1 comentário:

sevejocosilva disse...

Pela alegria das crianças dá pra ver que este é um projeto exitoso e que deve ser incentivado.
Me alegra saber que o Brasil dá a sua contribuição através do progra "Fome Zero".