foto: Jorge Coelho Ferreira

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA
Click na imagem!

24 de setembro de 2007

PREMIO CANETA DE OURO


Namibiano Ferreira, nomeado pelo blog http://brisapoetica.blogspot.com, passa a nomear os seguintes blogs/poemas:

1 – POESIA LILAZ CARMIM, com o poema: “Dimensão”
http://poesialilazcarmim.blogspot.com/




2 – MULEMBEIRA, com o poema: “Os Meus Pés Descalços”
http://mulembeira.blogspot.com/




3 – LABIRINTO DO SOL E DA LUA, com o poema: “Olhos Fechados”
http://labirintodosoledalua.blogspot.com/




4 – 10 ENCANTOS, com o poema: “Angústia”
http://10encantos.blogspot.com/




5 – DONT GIVE UP, com o poema: “Mães de Maio (de Angola)”
http://annamathaya.blogspot.com/



Namibiano Ferreira


7 comentários:

Bruxinhachellot disse...

Namibiano agradeço pela indicação ao meu poema Olhos Fechados. Quando o escrevi estava num estado de intensa tranqüilidade, os cabelos molhados, as ondas caindo na face e um olhar perdido, afastado do mundo real. Nem por um minuto pensava que essa poesia pudesse ser indicada para esse prêmio por ser algo inusitado como um sonho.

Beijos ladrões.

ANA MATHAYA disse...

Namibiano, agradeco imenso a indicacao: Maes de Maio de Angola, surgiu assim suave, em tom de dolorosa revolta...mas o lema 'e nao desistir...
abracos

Tania disse...

Olá Namibiano,

Hoje passei para ler um poquinho mais da sua poesia, das suas publicações mais antigas. Já tinha comentado que gosto dos sentimentos que habitam os seus poemas, agora vou me dando conta também da força dos elementos da natureza...

E sobre este post, dou-lhe felicitações, é bonito quando a poesia faz uma ciranda de amigos.

Um abraço,

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Ola Bruxinhachellot,
Vc sabe que gostei do seu poema desde que o li pela primeira vez, por isso o publiquei em Cores & Palavras.A poesia e' um xinguilamento, isto e' uma palvra angolana que quer dizer algo como uma incorporacao, o poeta e' um cavalo de santo, um medio, ja escrevi poemas que, depois, fico pasmado com o que escrevi porque parece que acordei de um transe...
Bjs e boa sorte!

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Ana, Nao tens que agradecer, o teu poema, grito belo da nossa terra tem que ser ouvido.
"agradeco imenso a indicacao: Maes de Maio de Angola, surgiu assim suave, em tom de dolorosa revolta...mas o lema 'e nao desistir..."
E' exactamente essa doce e sentida revolta que me atraiu no teu poema, tanto sofrimento minha amiga, tanta angustia, tanta dor... e tudo tinha sido tao simples e claro como a luz quente e suave do Sol que beija a nossa terra. A Paz veio, enfim, e' a hora do povo angolano curar as feridas, perdoar e amar de novo cada mano, cada mana e esperar que o desenvolvimento venha enfim e que nao fique so nos bolsos de alguns, lutar, lutar semppre e nao DESISTIR!! Kandandu
Namibiano

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Tania, sempre bem vinda aos meus espacos virtuais!! Obrigado pela tua generosidade e por gostares do que les por aqui.
"a poesia faz uma ciranda de amigos." Sim e' verdade se todos fossemos poetas, nao interessa se bons ou maus, talvez a POESIA andasse solta nas ruas e nao haveria guerras e miserias... Dreams!! Volta sempre que quiseres.
Bjs, Nami

Decio Bettencourt Mateus disse...

Namibiano: Há algum tempo não passava por aqui. Fiquei surpreendido e agradado com a escolha da minha "Mulembeira" e os "Os Meus Pés Descalços". Thanks mano e aquele kandandu!