foto: Jorge Coelho Ferreira

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA
Click na imagem!

19 de junho de 2007

SAUDACAO MATINAL

 Tela de Mário Tendinha





Olaripo’tivelêeee…*
-Eh!
-Nainduka! -Eh!
-Matxiririka! -Eh!


E palavras
mãos batidas ao luar do peito
entrelaçam cumprimentos
saudações matinais.


Dias de sol
espargem do céu
o presente matinal de luz
gazelas cirandam
e no trilho das boiadas
os pastores Kuanhamas
vêm cantando
enquanto o chão levanta
sem canseiras
omufitos de seios ao vento
e ao mesmo tempo
sobre a anhara luzidia
uma voz vem perguntando
lá do fundo imtemporal do Tempo:
- Quem matou a rainha do Kuanhama?


Namibiano Ferreira

*Primeira estrofe saudações em idioma Kuanhama, Sul de Angola, provincia do Cunene.
Omufitos – areia fina, que voa facilmente com o vento.
Anhara – savana.

4 comentários:

xistosa disse...

Mais um "roubo"!
Tenho tantos pedidos, que só vou "postar" o que quero.
Só queria saber, se é "Embondeiro" ou "Imbondeiro".
Eu aprendi "embondeiro", mas ...
Cumprimentos do xistosa!

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Eu sempre usei imbondeiro e a maioria das pessoas em Angola escreve imbondeiro.
Kandandu

tom disse...

Prezados(as) Senhores(as) .É a primeira vez que entro neste e gostaria de saber mais sobre vocês e sobre a poesia angolana. Sou professor de português e tenho muito interesse na literatura. Desde já, agradeço pela atenção. Cordialmente, Gládiston Coelho.

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Caro Gladiston
Teria muito gosto em ajuda-lo no que toca a Lieratura angolana tenho alguns links neste blog.
Namibiano