foto: Jorge Coelho Ferreira

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA
Click na imagem!

13 de outubro de 2005

TERRA BENSUADA


Imbondeiro



A manta rota dos Deuses
cobriu o sol
e a terra
mais sagrada
tombou na suprema escuridão.

Horizontes roxos pairam no ar
há mortos, perdidos, ausentes
e a terra chora baixinho.

Ao luar, caju dorido,
ressoa manso o tambor
amordaçado pelo truar dos canhões,
bazucas, murteiros, obuses.

A manta rota dos Deuses
cobriu o sol
e a terra
mais sagrada
chora só e baixinho
morte, agonia, tormento.

-Que Deus fadou o teu Destino
oh terra bensuada
exangue, exausta em sangue?

-Que Deus fadou o teu Destino
oh terra bensuada
queimada dormindo em guerra?


Namibiano Ferreira

In Resist(ir) Assim - Poesia a Doze
Editorial Minerva - 1999

2 comentários:

Nelson Ngungu Rossano disse...

Gostei do seu blog, poesia encantadora!, penso que é toda da sua autoria?

Nelson Ngungu Rossano

Ashera disse...

Venho visitar-te
Parabéns
Belissimo blog, leio a poesia ao som da musica Angolana,, estou deliciada
Obrigada
Continua
Beijos
Ashera