foto: Jorge Coelho Ferreira

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA

POEMAS DE NAMIBIANO FERREIRA
Click na imagem!

19 de julho de 2008

PARABÉNS MR. MANDELA





                                                               Para o Madiba!



Manda a Liberdade
que eu te cante
HOMEM entre os homens,
imortal!
Hoje, nos céus, riscaram os Deuses,
a Constelação da Igualdade, Paz,
Perdão e Liberdade:
a Constelação Mandela
a Constelação nova
do mundo que tu sonhas
bailando luz de savana
na brisa do teu riso…




Mandela, manda a Liberdade
que eu te cante…
mas perdoa a brandura do meu brado!




Mandela, na tua alma
ondula a savana loura;
na tua coragem
o rugido do leão;
no teu sorriso
brilha o sol da Igualdade.




Salvé, filho ungido da Liberdade!
Salvé, HOMEM entre homens,
imortal!
És o verdadeiro Prometeu Africano!
Parabéns Mr. Mandela!
Hoje, nos céus, riscaram os Deuses
a Constelação nova
a Constelação Mandela
a única que viaja no céu dos Hemisférios…






King’s Lynn, 18/07/2008




Namibiano Ferreira

14 de julho de 2008

AQUÉM



Fenda da Tundavala - Huíla, Angola


Podia entregar minha voz ao silêncio,



aconchegá-la no ralhar das calemas
calar…
escondê-la na renda fria dos cacimbos
cristalizar…
podia entregá-la à voracidade do tempo
petrificar…


podia prostituir meu corpo,
o templo castrado da Poesia
profanar…
podia… podia esquecer-me de ti… Poesia!
e desta mediocridade poética
que me transborda das visceras
macilentas da alma…
sempre aquém das cantigas e kissanjes;
sempre aquém de tua voz quente de Povo;
sempre e sempre aquém do teu bafo
terra sangue sagrado que abraço!



Namibiano Ferreira
King's Lynn, 14/07/2008

7 de julho de 2008

JARDIM VIRADO PARA O MAR


Baia Azul (Benguela - Angola)




Para Dinah


És o pólen vento de fusas e colcheias,
brisa de sedas suaves chamando
a abelha zumbindo voando
beijando os dedos carinhosos
acariciando corolas de carne em flor
incendiadas no jardim do meu desejo.


A mantilha solar, organza de luz,
desperta o néctar de um beijo
no regaço perfumado da manhã
chamando a abelha zumbindo
voando sobre o leito do nosso amor
zumbido alado no mel das rosas
onde repouso asas de voar-te
meu pólen vento de pétalas e corolas
bailando sobre meu corpo,
jardim, chao onde prendes racimos
do teu corpo no meu ventre
húmus quente e vivo de prender-te
no afago ouro e luar do nosso jardim
virado para o mar das turmalinas.





Namibiano Ferreira



4 de julho de 2008

PRÉMIO DARDOS






Recebi a indicação do Prémio Dardos de minha amiga Adriana Costa do Blog Versos Bárbaros
http://versosbarbaros.blogspot.com/ Muito obrigado Adriana.


“Con el Premio Dardos se reconocen los valores que cada blogger muestra cada día en su empeño por transmitir valores culturales, éticos, literarios, personales, etc.., que en suma, demuestran su creatividad através del pensamiento vivo que está y permanece intacto entre sus letras, entre sus palabras rotas.” Pandora






Como uma das regras passo a nomear os seguintes Blogs para o "Prémio Dardos":

Poesia Lilaz Carmim (Dinah Raphaellus)


Gritos Verticais (Andre Luis)


Malambas (Eugenio Costa Almeida)


Hariapoiesis (Admario Lindo)



Kitanda (Kotodianguako)



Mulembeira (Decio B. Mateus)


Ondaka Usongo! (Carlos Patacolo)




Pululu (Eugenio Costa Almeida)

Falar e Pensar Angola (Carranca)




Maria Muadie

Jornal de Letras

Canto de Espumas (Tania)


Don't Give Up (Anna Mathaya)


Galeria de Tho Simoes


Galeria de Lino Damiao